Para qual Geração Jesus Falou?

Postado por

geracao-iiiApresento aqui mais uma interpretação alternativa do sermão de  Jesus sobre “esta geração”. A leitura é por demais  interessante…

Mateus 24:34 – Esta geração não passará até que todas estas coisas aconteçam

Se o prazo é a passagem da primeira geração, então, conclui o preterismo, todas as coisas que Jesus menciona no Sermão do Monte ocorreram até 70 dC de acordo com Mateus 24:34.

Mateus 24:34, Marcos 13:30, Lucas 21:32 – “Esta geração não passará até que todas estas coisas aconteçam.”

O preterismo  insiste que esta  geração é a audiência imediata de Jesus – os Apóstolos e o povo judeu da época. A chave para identificar qual geração, é o pronome “vós”, usado nos versos precedentes em todas as três passagens (Mateus 24:33, Marcos 13:29, Lucas 21:31)

Também vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, mesmo às portas

Que geração? A geração que vê todas as coisas acontecerem!

Jesus faz uso de “vós” indicando que seria a geração do seu público imediato que não iria passar até que tudo se cumprisse? NÃO!

O Transcendente “vós”

Há muitas ocasiões na Bíblia em que Deus fala a uma audiência imediata, fisicamente presente, mas é na verdade um grupo maior de indivíduos que indica uma geração vindoura.

Exemplos:

A Grande Comissão – Mateus 28:18-20 – “Ide, pois, e ensinai todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo: ensinando-os a observar todas as coisas que eu tenho ordenado: e eis que estou convosco sempre, até o fim do mundo “.

Jesus estaria com eles até o fim do mundo? O mundo ainda não acabou, mas aquela geração dos discípulos já passou a dois milênios. Morreu todo mundo!

O princípio de “vós e convosco” é um grande princípio sobre passagens proféticas, e muitas vezes  dizem respeito às gerações que estarão vivendo as “últimas coisas”.

No entanto, podemos ter uma idéia de como este princípio funciona mesmo, olhando para algumas afirmações centrais que definem a Nova Aliança como a Grande Comissão .  A igreja primitiva claramente aplica a Grande Comissão de Jesus a mais do que apenas aos homens fisicamente presentes nesse dia, mas incluindo as futuras gerações que ainda não tinham acreditado – 2 Timóteo 2:2, 4:2, Tito 1:5, 9

O  que  dizer dos   Santos do Velho Testamento que morreram sem terem recebido as promessas dirigidas por Deus a eles como o público original ? Eles são elogiados por acreditar que as promessas viriam a passar e que Deus não era um mentiroso, mesmo que não veio a acontecer em suas vidas.

Encontramos também em Deuteronômio 18:14-19 o termo “vós”, aqui empregado como referência a uma futura geração.

“O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de vós, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis; Conforme a tudo o que pediste ao Senhor teu Deus em Horebe, no dia da assembléia, dizendo: Não ouvirei mais a voz do Senhor teu Deus, nem mais verei este grande fogo, para que não morra. Então o Senhor me disse: Falaram bem naquilo que disseram. Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.  E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele”.

Moisés claramente fala de Jesus. Agora observem o que Jesus faria na geração de Moisés:

“… e ele lhes falará…” 

Aqui acaba o preterismo!

O pronome “vós” e semelhantes, são usados de maneira uniforme ao longo desta passagem .   Moisés fala a seus contemporâneos usando “vós” para indicar que um profeta se levantará dentre eles. A mesma semelhança textual do  Sermão do Monte, quando Jesus se dirige a sua audiência parecendo falar definitivamente para eles apenas.

Em João 1:21, 25  os judeus entenderam que aquele profeta que Moisés falou  ainda não tinha chegado até mesmo por seu dia, e nem mesmo consideraram Moisés  um falso profeta. Em Atos 3:19-26  Pedro indica que Jesus era o profeta de quem Moisés estava se referindo e que os contemporâneos de Pedro eram o “vós” que Moisés estava indicando em Deuteronômio 18:14-19. E  em Atos 7:37 Estevão  indica que Jesus era o profeta de quem Moisés estava se referindo e que os contemporâneos de Estevão  eram o “vós” que Moisés estava indicando.

Conclusão

Moisés usa “vós” ao falar de seus contemporâneos para indicar uma geração da qual um  Profeta surgiria centenas de anos depois .     Da mesma forma Jesus, que é o Profeta comparado a Moisés, também usa “vós” ao falar de seus contemporâneos para indicar uma geração durante o qual as profecias  seriam cumpridas, e cumpridas centenas de anos depois.

A chave para  geração é a palavra “vós”, ou similares, depende da tradução. E de acordo com este princípio, “vós” pode ser usada para indicar alguém para além da audiência imediata, mesmo uma geração a nascer milhares de anos depois .

Portanto, o Sermão do Monte não exige que qualquer ou todos os eventos profetizados nele tenham passado antes do primeiro século, na primeira geração de cristãos como os preteristas reclamam.